Canaril Feijó: MANDARIM

MANDARIM


Nome Comum:

Mandarim ou Diamante-Mandarim

Nome Científico:

Taeniopygia guttata

Distribuição e Habitat natural:

Originário da Australásia e é nativo da Austrália, Timor e Indonésia. Ocorre também em Portugal, Brasil, e nos Estados Unidos como espécie introduzida.

Alimentação:

O mandarim é uma ave de fácil criação, indicada para criadores que estejam iniciando. Sua alimentação em cativeiro consiste em painço, alpiste, verduras (exceto laranja e alface), sendo as preferidas almeirão, couve, escarola, chicória e espinafre, mas existem várias outras misturas usadas pelos criadores. Vivem aproximadamente 8 anos.

Mutações:

Há uma quantidade muito grande de mutação no mandarim, as mais comuns são Branco, Castanho, Variegado, Busto preto, Busto laranja, Bico vermelho

Temperamento:

O Diamante Mandarim é uma ave pacífica que gosta de partilhar o aviário com outras aves da mesma espécie. O Diamante Mandarim prefere contudo voar pelo aviário a contactar com humanos. São aves activas, boas escolhas para aviários comunitários. Cada exemplar produz um som distinto, através da repetição de pequenos bips. As fêmeas não têm a capacidade de cantar.

Historia:

O Mandarim foi descoberto pelo ornitólogo e botânico alemão Heinrich Gustav Reichenbach em 1862.

Compre agora: (84) 8804-9717 
Acesse também: A VOZ DOS PÁSSAROS

Fonte: Aílson Feijó / OpenBrasil.org
Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org
Página anterior